terça-feira, 25 de julho de 2017





                                        Aula Mapa Conceitual de conceitos matemáticos

Professor: Ramon Volpasso Crescencio

Escola: EMEF “Fortaleza”

Tempo: 2 aulas de 50 min

Turma: 9º ano EF

Objetivo Geral: Compreender o que é um mapa conceitual e qual a sua importância em processos de aprendizagem


Objetivos específicos:

1) Constatar a importância de um mapa conceitual como ferramenta de aprendizagem
2) Identificar as características mais importantes de um mapa conceitual e de sua elaboração
3) Reconhecer o mapa conceitual como ferramenta viável para identificar os próprios níveis de assimilação de conteúdo




Metodologia
Dividir a turma em grupos de 4 ou 5 estudantes e fazer uma exposição oral sobre o tema tratando dos tipos de mapas conceituais, para que eles servem, como se constrói e como o estudante pode verificar seu próprio nível de aprendizagem a partir da elaboração de um mapa conceitual. Deixar claro que não existe “o mapa conceitual correto” mas que sua estrutura pode apontar para o tipo de aprendizagem que se alcançou ao estudar determinado tema. Sugerir aos estudantes que elaborem seus próprios mapas conceituais e apresentá-los para a turma.


Reflexão sobre o tema
Nesta etapa, é necessário iniciar o tema e verificar o que os alunos já sabem sobre o assunto. Exemplos de perguntas:
a) Qual é a imagem que vem a sua mente quando você ouve a palavra “mapa”?
b) Você já utilizou um mapa? Para que ele serve?
c) Você já conseguiu aprender alguma coisa utilizando um mapa? O quê?
d) Você sabe o que é um mapa conceitual?
e) Já imaginou usar um mapa conceitual numa aula de matemática?


Aula expositiva
O professor presenta a definição de mapa conceitual e explica como ele pode funcionar como ferramenta de aprendizagem.
Demonstra exemplos prontos de mapas conceituais elaborados em slides no data show. Esses mapas podem ser sobre diversos temas mostrando que podem ser aplicados para variados conteúdos.


Atividades
A) A partir de um texto no livro didático de matemática, elaborar no quadro um mapa com a participação dos alunos fazendo sugestões que possam funcionar como exemplo da construção de mapa conceitual. Esclarecer sobre a escolha dos conceitos e sobre suas inter-relações.
b) Solicitar aos alunos que façam mapas conceituais em grupo sobre temas já estudados o ano letivo, neste caso são Função Afim e Equação de 2º grau.
c) Após a confecção, solicitar que os alunos façam uma breve apresentação de seus mapas diante da turma e orientá-los que os mapas conceituais podem ser modificados durante uma apresentação pois, nesse momento, novas relações entre os conceitos escolhidos podem ser percebidas.


Relato
Os alunos se demonstraram surpresos com o tema, visto que não conheciam este recurso do mapa conceitual. Os alunos aceitaram animados a proposta da confecção e desenvolveram de maneira participativa. Enquanto professor, fiquei satisfeito em poder apresentar um recurso totalmente inédito para os alunos, que poderá ser útil em diversos outros momentos.

A turma no 9º ano em que trabalho tem apenas 6 alunos (escola rural), então dividi em 2 grupos de 3, os quais produziram os seguintes mapas:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página